quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

About me




"Ora, por que pensa que sou forte? Essa cara amarrada é só armadura; No fundo, sofro
- E quanto mais eu sofro, mais coração me aparece.
É na calada da noite, quando me sinto só, que pergunto a Deus: Por que fui eu a escolhida pra sentir muito assim, sentir tanto que nem cabe no peito, transborda na alma e cai feito cachoeira pelos olhos?
As respostas que nunca chegam, refletem em minha boca -cheia de feridas pelas mordidas que me dou- e em minha perna que insistentemente, treme involuntariamente...

Mas já não penso mais que morrerei disso, como quando tinha uns dezesseis.
Talvez até morra do peito, do coração. Talvez eu fique num leito, inválida, pálida e cheia de emoção; Já não me importa mais.

Ainda me dói, mas a dor é um sinal - Ainda me sinto viva, ainda tenho salvação."

Nenhum comentário:

Postar um comentário