quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Leve

Eu quero me perder nos teus cabelos
Não quero nunca mais me achar
Eu quero que teu cheiro fique preso
Em minha pele para sempre

E que teus beijos me despertem
A cada manhã, junto a luz do sol
Eu quero ver teu riso largo e lindo
A cada coisa boba que eu disser

E quero ver também, seus olhos
Bem pequenos, cruzando os meus
Tentando disfarçar a vontade de me ter.

O amor é construído, é leve e bonito
Mas antes da calmaria desse mar
existem tormentas a se enfrentar
Não tenha medo, não deixe de viver.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Sublime Amor

Os maus me dizem
Que o amor é ruim
Ora essa, que maldade!
Como pode ser assim?

O amor é tão sublime
Quanto o riso da criança
O belo canto dos pássaros
Que traz ao dia esperança

O amor é tão sublime
Quanto o sol que banha o dia
Esquentando minha alma
Me levando à fantasia

O amor é tão sublime
Quanto o sal que sai da terra
Alimentando a vida de um povo
Que quer viver ao pé da serra

domingo, 5 de outubro de 2014

Idea

Ganhei o beijo que tanto esperava
Não sei se é breve ou se demora
Mas para sentir os teus lábios nos meus novamente
Ah! Mal posso contar as horas
Por favor, não leve a mal
esse jeito meio adolescente
Eu me entrego a paixão
Como o fogo que arde incandescente
Você veio dos meus sonhos
E caiu no meio da minha vida
E se você quiser ir embora;
Sem grilo
Liberto o coração e curo a ferida


Marci Jones

domingo, 28 de setembro de 2014

So deep

Cabeça cheia
Coração vazio
Vagas lembranças
De dias sombrios
O corpo padece
A mente adoece
E às vezes parece
Que vou despencar
Que caia o meu mundo
Que caia bem fundo
No sono profundo
Pr'eu não mais acordar

Marci Jones

sexta-feira, 12 de julho de 2013


O amor

O amor dói, rapaz; dói como a fome. 
E sem essa de que o amor cura e alivia.
O amor é traiçoeiro; ao mesmo tempo em que te sorri,
carrega nas mãos, escondido
uma faca, pronta pra te cortar o coração.
Amor às vezes acaba em amizade, às vezes em ódio... 
Às vezes só acaba.
Às vezes não acaba e te deixa sofrendo pelo resto da vida.
Uma lembrança amarga ou esperançosa, mas sempre dolorida.
O amor dói... e deixa sempre uma ferida.


insOMnia



É como um mantra, mas desoncentra
E descontenta todo aquele que deseja sonhar.

O que provoca a minha insOMnia tem nome,
Mas não é gente, nem é bicho
Chama TAOS HUM
Parece barulho da nave de ET 
ou zunido de mosquito.