sexta-feira, 12 de julho de 2013


O amor

O amor daqui dói, rapaz; dói como a fome. 
E sem essa de que o amor cura, alivia.
O amor é traiçoeiro; ao mesmo tempo que te sorri, carrega nas mãos escondidas, uma faca, pronta pra te cortar o coração.
Amor às vezes acaba em amizade, às vezes em ódio... às vezes só acaba.
Às vezes não acaba e te deixa sofrendo pelo resto da vida.
Uma lembrança amarga ou esperançosa, mas sempre dolorida.
O amor daqui dói...

insOMnia



É como um mantra, mas desoncentra
E descontenta todo aquele que deseja sonhar.

O que provoca a minha insOMnia tem nome,
Mas não é gente, nem é bicho
Chama TAOS HUM
Parece barulho da nave de ET 
ou zunido de mosquito.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Coragem!

Coragem!  
Hoje você é Daniel na cova dos leões
Sei como é ser um contra trinta
Covardia, mas isso te faz mais forte
Tua luta sempre será reconhecida
Ainda há respeito nesse mundo, acredite!

Não se sinta, jamais, vencido pelo cansaço
Tenha sempre foco em seus objetivos
O que é seu por direito, não deve ser pedido
A ignorância é de graça - sabedoria também.

terça-feira, 19 de março de 2013

Eu só não quero mais nada que me faça lembrar de você
Quero minha velha vida de volta, com os mesmos vícios
Os mesmos meninos largados, os cigarros partilhados
Aquela cerveja gelada e aquele som nas alturas
Quero esquecer boa parte da vida
voltar pra minha velha loucura.

domingo, 27 de janeiro de 2013


 Olhos castanhos são tão amáveis!
 Não entendo mais o porquê da preferência pelos azuis ou verdes; cores traiçoeiras, assim como o mar, ou um rio que corre a montanha.
 Admito que já fui dessas de gostar de aventuras, mas sabe de uma coisa? Hoje em dia prefiro o marrom da terra, do chão firme, pois sei exatamente onde posso pisar, sem correr o risco de me afundar.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Vidas Vividas


Se eu lembrasse desde lá
das outras vidas vividas
como era bom esse teu mar
Te navegaria todo primeiro
Por inteiro, até o avesso
Com minha sede de te amar

 Se eu soubesse desde antes
Que seria tão feliz assim
Não hesitaria nenhuma vez
Deixaria que o amor viesse
E entrasse dentro de casa
Te trazendo perto de mim

 A vontade que tenho em mim
é de te por entre meus braços
E te beijar até o mundo acabar
E essa minha vontade só aumenta
Se estou indo ao seu encontro
Ou se eu me perco em seu olhar

(Marci Jones para Jude Quinn) - 11/09/2012